casa
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Share On Pinterest
Share On Reddit

 

O Ministério das Cidades alterou no fim do ano as normas municipais para adequá-las ao novo limite de aquisição de imóveis através do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em fundos de investimento imobiliário, em direitos creditórios, debêntures e Certificados de Recebíveis Imobiliários.

Conforme instrumento normativo publicado no último dia 9 pelo Diário Oficial da União (DOU), o  valor dos imóveis passou de R$ 650 mil para R$ 800 mil (R$ 950 mil em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal).

As operações que tenham sido contratadas ate 31 janeiro poderão ser finalizadas até 31 de março, mas serão enquadradas nas condições anteriores.

Se enquadram também nos limites do programa a “Carta de Crédito Associativo”, que concede de crédito de financiamento para pessoas físicas que desejam adquirir habitação ou lote em cooperativas para produção habitacional.

 

FONTE: ABECIP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *